Os benefícios da Kombucha

kombucha é o nome dado a uma bebida de origem chinesa com mais de 2000 anos. É ligeiramente gaseificada e de sabor agridoce e avinagrado, semelhante ao da sidra.

É uma bebida obtida através da fermentação do chá preto ou chá verde com adição de açúcar como substrato para fermentação e a SCOBY (Symbiotic Colony Of Bacteria and Yeast), uma cultura de bactérias e leveduras.

 

Os benefícios da sua ingestão são muitos:

Aumento do Sistema Imunitário
Por ser rica em probióticos e vitaminas a B1, B2, B6, B12 e C, atuam como anti-inflamatórios e protetores da microbiota, fortalecendo o sistema imunitário.

Evita o aparecimento da Candidíase

Alguns estudos também comprovam que beber kombucha ajuda no tratamento da candidíase. As bactérias presentes na bebida ajudam o intestino combatem as fungos e bacterias patogénicas.

Protege as articulações

A glucosamina presente na kombucha preserva o colagénio e previne a dor nas articulações.

Perda de peso
Devido á presença de ácido acético o consumo regular de kombucha estimula o metabolismo e limita a acumulação de gordura promovendo assim o emagrecimento.

Sistema digestivo
O elevado teor de ácidos benignos, probióticos e enzimas a kombucha ajuda a melhorar a digestão.

 

Pode prepará-la em casa ou adquirir já pronta em supermercados / ervanárias.

Como Preparar?

Ingredientes:

— Cultura de Kombucha (obtém-se por doação)
— 70 a 100 gramas de açúcar por cada litro de água;
— Uma saqueta de chá verde ou preto por cada litro de água.

Modo de preparação:

Numa panela grande, coloque a ferver dois a quatro litros de água. Quando esta entrar em ebulição, coloque a saqueta de chá e deixe repousar durante 15 minutos. Depois, deve juntar o açúcar antes do chá arrefecer e misturar para dissolver.

Espere que o chá arrefeça até aos 25 graus e adicione a cultura de Kombucha (se a bebida estiver muito quente a cultura morre).

Quando a bebida estiver à temperatura ambiente deve ser transferida para um recipiente de vidro, porcelana ou aço inoxidável.

De seguida, cubra o recipiente com um pano ou guardanapo de papel e prenda com um elástico. Depois, guarde-o num local à temperatura ambiente (de preferência entre os 20 e os 30 graus) e sem luz durante oito a 12 dias, para que ocorra a fermentação.

Quando passar os dias necessários, deve remover-se a cultura de Kombucha de dentro do recipiente, lavar e guardá-la para novas utilizações.

Nesse momento, a bebida já estará pronta e pode ser engarrafada. Para usufruir melhor da bebida pode deixá-la repousar durante cinco dias depois de engarrafada.

E deve também reservar uma parte desta bebida, cerca de dez por cento, para a preparação de um novo lote.

Pode tomá-la simples ou juntar a um sumo de fruta.

Populações como: Grávidas ou em amamentação, crianças e pessoas com doenças hepáticas não devem consumir a kombucha por uma questão de prevenção.

A kombucha é um probiótico apto a veganos.

 

Referência Bibliográficas:

Martínez Leal, Jessica, et al. “A review on health benefits of kombucha nutritional compounds and metabolites.” CyTA-Journal of Food 16.1 (2018): 390-399.

Mindani I. Watawana et al, “Health, Wellness, and Safety Aspects of the Consumption of Kombucha”,  Journal of Chemistry p.8